VOLTAR

Kaiapó recusa ajuda Munduruku para garimpar ouro na reserva

O Liberal, Belém - PA
29 de jul de 1980

Os índios kayapó não aceitaram a ajuda Munduruku, proposta pela Funai, para exploração do ouro de sua reserva. Consultada, a comunidade kayapó decidiu bateiar o ouro sozinha, embora não tenha o conhecimento de como fazê-lo. Com a expulsão dos garimpeiros, os kayapó poderão trabalhar livremente, ajudados por quatro brancos que residem na reserva há muito tempo e, inclusive, são casados com índias e têm filhos. Estes quatro entendem de garimpo e fornecerão a técnica que falta aos kayapó.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.