VOLTAR

Juíza decreta prisão de 7 índios suspeitos

Correio Braziliense
28 de jan de 1995

A juíza Nilza Maria Mariano Carvalho, da comarca de Cáceres (MT), decretou ontem a prisão preventiva de sete índios pareci, inclusive três menores, suspeitos do assassinato dos servidores públicos Adroaldo Ferreira da Silva e seu filho Adriano Cantarelli Silva, na reserva Juininha, em Pontes Lacerda (MT). Os indígenas alegam que agiram em legítima defesa.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.