VOLTAR

Juiz torna obrigatória criação de reserva extrativista em Prainha, no Pará

www.greenpeace.org.br
15 de Fev de 2007

A região foi alvo em 2006 de diversos protestos de moradores, contra a exploração predatória e ilegal de madeira.

O juiz Herculano Nacif, de Altamira, obrigou o Ibama a concluir em 30 dias o processo para a criação da reserva extrativista Renascer, em Prainha, no Pará. O mesmo juiz já havia proibido, no início de dezembro, a criação de uma floresta estadual e uma área de proteção ambiental no mesmo local, a pedido do Ministério Público Federal, para não prejudicar as comunidades que vivem ali.

No ano passado, a região onde deverá ser criada a resex Renascer foi alvo de diversos protestos de moradores, contra a exploração predatória e ilegal de madeira.

É uma grande vitória para os moradores da área e para o meio ambiente. A agilidade na criação da reserva deverá acabar com os conflitos e garantir o direito à terra para as comunidades, que poderão, então, usar os recursos naturais de maneira responsável, afirmou André Muggiati, do Greenpeace.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.