VOLTAR

Invasão é a tragédia maior dos xoklengs

O Estado de S. Paulo (São Paulo - SP)
Autor: BORGES Elaine
29 de ago de 1975

A invasão da reserva indígena feita por madeireiros configura-se como a mais grave tensão dos índios Xokleng nos últimos tempos. Sérias consequências foram trazidas a cerca de 600 índios, entre eles também Kaingang e Guarani, que vivem no local. Dentre as consequências, algumas estradas foram criadas para facilitar o trajeto da madeira para fora da reserva. Denúncias da situação pela Funai resultaram na intervenção da Polícia Federal, que prendeu em flagrante 17 madeireiros. Não se sabe exatamente quanta madeira foi extraída, mas não foi a primeira extração ocorrida no local: o palmito já havia sido comercializado anteriormente. Antropólogos criaram plano para a reorganização dos Xokleng, mas ele não foi aplicado e o grupo indígena encontra-se marginalizado. Para os antropólogos, é necessário que se invista em planos de valorização do índio no país.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.