VOLTAR

Índios yekuana terão sistema de rádio em suas comunidades

Folha de Boa Vista-RR
11 de dez de 2001

Os índios yekuana, que vivem na reserva Yanomami, terão um sistema de rádio financiado pela Organização não-governamental (Ong) Amigos da Terra. Serão implantadas quatro estações. Uma em Boa Vista e outras três em comunidades. O sistema começa a funcionar a partir de amanhã.
As três comunidades beneficiadas ficam localizadas no lado brasileiro das terras yanomami. Um aparelho está sendo instalado em Auaris, no Alto do rio Auaris, outro em Waikás e o terceiro em Pedra Branca, comunidade mais afastada.
Foram gastos na implantação do projeto R$ 15 mil, excluindo a parte de legalização, pagamento de engenheiros e passagens dos representantes da Ong. A radiofonia atingirá cerca de 500 indígenas, além de professores, agentes de saúde e comunidades cristãs que vivem naqueles locais.
Para que a Rádio Amazônia chegasse até o Estado, foi elaborado um estudo pelo sócio-economista Enzo Lauriola e pela antropóloga Elaine Moreira, que vivem na região há dois anos e estudam a cultura daquele povo. Enzo Lauriola contou que vários pedidos dos índios foram feitos para que se implantasse um sistema de rádio na região. "Como nós não tínhamos condições financeiras de fornecer os equipamentos, pedimos ajuda aos Amigos da Terra", esclareceu Lauriola. "Então surgiu a idéia de elaborar um projeto em busca de financiadores. Ficamos sabendo da existência da Ong e encaminhamos nosso trabalho para lá", afirmou.
Amigos da Terra - Amazônia Brasileira
Os Amigos da Terra vêm atuando há 10 anos no Brasil e em vários estados da Amazônia Legal. No ano de 1999 a Ong desenvolveu o projeto "Fogo: Emergência Crônica", com o objetivo de integrar a ação emergencial à ação preventiva dos efeitos do uso descontrolado do fogo sobre o meio ambiente. Dentro deste âmbito, foi criado o projeto Rádio Amazônia, que possui 20 redes de rádio e 220 estações distribuídas pela Amazônia Legal.
O coordenador do projeto Rádio Amazônia, Marcelo Iglesias, disse que a radiofonia, além de ajudar no controle do fogo, irá facilitar a comunicação das populações indígenas, seringueiros, castanheiros, ribeirinhos e produtores rurais. "Temos a intenção de que as comunidades que vivem nestes locais desenvolvam ações para o monitoramento do uso racional do fogo. Como também irá permitir uma comunicação diária dos indígenas, a custo extremamente barato", afirmou Iglesias.
Yekuana
Entre as várias etnias que existem em Roraima, somente os Yekuana vivem na terra indígena Yanomami. Os Yekuana, conhecidos também como Mayongong, são índios de origem Karib e vivem a noroeste de Roraima, divisa com a Venezuela - há aproximadamente 500 pessoas, que se destacam pelo belo artesanato.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.