VOLTAR

Índios vão à Justiça

O Estado de S. Paulo (São Paulo - SP)
20 de jan de 1979

Caio Lustosa, vice presidente da Associação Nacional de Apoio ao Índio, enviou pedido de habeas corpus para onze lideranças indígenas da reserva de Ibirama, em Santa Catarina, para que possam sair de suas terras. A medida foi adotada após confronto entre Funai e indígenas em referência à venda de madeira da reserva. Funcionários da Funai foram enviados ao local mas, no lugar de solucionar o problema, reprimiram e impediram indígenas de saírem da reserva. Lustosa afirma que funcionários do órgão e Polícia Federal estão na área indígena com o objetivo de coagir o grupo a desistir do mandado de segurança que pede a suspensão do desmatamento ilegal da área.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.