VOLTAR

Índios Tapebas usados como reféns na caçada ao bandido

O Povo (Fortaleza - CE)
23 de out de 1984

Um grupo composto por doze indígenas Tapeba pede apoio e proteção da Arquidiocese de Fortaleza, após terem suas casas invadidas e serem levados como reféns por policiais que procuravam um homem acusado de cometer homicídio. A procura por auxílio da Igreja já ocorre há um ano e se justifica pela falta de infraestrutura, moradia, recursos financeiros e assistência por parte do Estado. Os indígenas temem, porém, a perda de sua cultura, o que já vem ocorrendo desde a morte do líder conhecido como "Perna-de-pau".

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.