VOLTAR

Indios nos debates

CB, Brasil, p.17
18 de jul de 2004

Índios nos

debates
Cerca de 3 mil trabalhos científicos deverão ser apresentados na 56a versão da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) deste ano, que começa hoje em Cuiabá e termina no sábado. A organização da reunião científica, considerada a maior do ramo no hemisfério sul, espera a visita de 20 mil pessoas por dia, entre professores, cientistas e alunos de todos os níveis de ensino.
Orçada em R$ 5 milhões, a SBPC terá pela primeira vez participação oficial de povos indígenas. Duzentos e cinqüenta índios marcarão presença em reuniões para debater temas como educação, saúde, ciência, terra, cosmologia e religião, além de participarem de toda a programação da SBPC.
A SBPC tem como objetivo reunir cientistas, estudantes, professores para discutir e conhecer o resultado das produções científicas mais recentes feitas no país. O tema central da reunião deste ano será Ciência na fronteira: Ética e desenvolvimento.
Para fomentar debates entre professores e estudantes, o Ministério da Educação montou um estande na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), onde a SBPC será realizada, para promover debates, como cooperação internacional e treinamento técnico.(UC) i

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.