VOLTAR

Indíos krikati ameçam incendiar torres de energia elétrica no Maranhão

Radiobrás-Brasília-DF
05 de jul de 2004

Os índios krikati, na cidade maranhense de Montes Altos, continuam fazendo ameaças de incendiar as torres de transmissão elétrica que cortam as suas reservas na região tocantina.
Eles fizeram uma fogueira de quase 3 metros de altura embaixo da linha de transmissão de energia da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) e ameaçam pôr fogo na rede se suas reinvidicações não forem atendidas pelo governo do Estado.
A aldeia São José, a principal da reserva dos krikati, esteve vazia durante à tarde de hoje. Apenas os mais velhos, mulheres e crianças permanecem nas casas; Os guerreiros estão de prontidão em volta da fogueira construída sob a rede de transmissão.
Segundo o índio Lourenço Krikati, uma das principais lideranças da aldeia, os índios querem que o governo recupere mais de 60 quilômetros da rodovia 280, que passa no meio da reserva, e que os sete meses de salários atrasados dos professores que ensinam nas aldeias sejam atualizados.
Lourenço Krikati, disse ainda que os índios também querem deixar de pagar pelo consumo de energia, o que acontece há dois meses com o fim do subsidio do governo federal. Os índios krikati,guajajara e gaviões estiveram reunidos na aldeia e deram um ultimato ao governo do Estado: a qualquer momento, incendiarão a rede de transmissão, caso não fsejam atendidos em suas reinvidicações. A Funai está tentando um encontro de lideranças indígenas com o governador Jose Reinaldo Tavares, em São Luis.
Se os índios cumprirem a ameaça, segundo a Cemar pelo menos 100 mil pessoas em seis cidades da região tocantina vão ficar sem energia elétrica.(Radiobras).

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.