VOLTAR

Índios do Maranhão participam de projeto de criação de emas

Site da Funai
28 de ago de 2002

Os índios Kanela Apâniekra, da Terra Indígena de Porquinhos, localizada no município maranhense de Fernando Falcão, estão expandindo a participação no Projeto de Criação de Emas, desenvolvido pela Funai por meio do Núcleo de Apoio Local de Kanela. O projeto está na fase de repovoamento das aves e, futuramente, será feita a comercialização de penas, couro, óleos e de outras matérias-primas, além do próprio animal.
O grupo indígena Kanela Apâniekra, que é formado por 490 índios, está trocando a criação familiar pela criação coletiva de emas. O projeto iniciou em 1999, quando os índios foram capacitados com técnicas de manejo da terra. Em 2001, a Fazenda Chapada, da empresa alemã Merck, doou dez matrizes para os índios utilizarem no processo de procriação. Os resultados estão aparecendo, já são 38 filhotes nascidos das matrizes.
O administrador do Núcleo de Apoio Local de Kanela, Raimundo Martins Franco, destaca que hoje são nove hectares de terras usados para a criação de emas, e a tendência do projeto é crescer até os índios alcançarem autonomia na criação das aves.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.