VOLTAR

Índios deverão liberar RS-324

Zero Hora-Porto Alegre-RS
13 de ago de 2002

Os caingangues da Aldeia de Pinhalzinho, no município de Planalto, extremo norte do Estado, que voltaram a bloquear totalmente a RS-324, no km 37, deverão deixar o local.

No final da tarde de ontem, a Justiça determinou a desobstrução da rodovia a pedido da prefeitura. Policiais federais de Passo Fundo deverão acompanhar a liberação da pista.

Desde quinta-feira, os índios protestam por mais segurança na rodovia, onde houve dois atropelamentos fatais este ano. Os indígenas dizem não ter recebido resposta do Estado para a reivindicação de construção de um caminho paralelo ao asfalto para o trânsito de pedestres de pelo menos 15 quilômetros de extensão.

No local, o acostamento é precário, o que colocaria em risco pedestres e motoristas. Segundo o Daer, um projeto para a região está na Assembléia.

Os indígenas sinalizaram parar a mobilização hoje, caso representantes do Daer se reúnam com a comunidade. Com a rodovia bloqueada, o trânsito de Nonoai a Planalto deve ser desviado por Rio dos Índios, trajeto de estrada de chão que aumenta o percurso em 40 quilômetros.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.