VOLTAR

Índios de Aracruz lutam para preservação de sítio

A Gazeta (Vitória - ES)
16 de jan de 1995

Indígenas Tupiniquim e Guarani do município de Aracruz mostraram-se solidários à luta pela preservação do sítio arqueológico encontrado no fim do ano passado em Santa Cruz, após conversa com Celso Perota, professor da Universidade Federal do Espírito Santo. Celso pretende criar um Centro de Referência de Memória Indígena, em Aracruz, para onde iriam as cinco peças encontradas. Para isso, espera conseguir recursos por parte de autoridades e até entidades particulares.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.