VOLTAR

Índios cricatis fazem reféns no Maranhão

O Estado de São Paulo
15 de fev de 1997

Os índios Krikati tomaram como refém toda a comissão do governo do Maranhão, além de agentes federais, que se deslocaram à aldeia indígena para tratar da demarcação da reserva, uma reivindicação de 14 anos. O governo federal deve continuar a negociar com os Krikati. O ministro da Justiça em exercício, Milton Seligman, disse que as pessoas que foram aprisionadas pelos índios estão em boas condições. A governadora Roseana Sarney acusa a Funai de não ter demarcado ainda as terras, mas foi ela quem pediu ao Ministério da Justiça para fazer uma revisão da área Krikati, de modo a diminuir a área que já tinha sido avaliada em 146 mil hectares.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.