VOLTAR

Índios baianos expulsam Mário Juruna da reserva

Jornal de Brasília (Brasília - DF)
31 de ago de 1984

Os índios Pataxó Hã-hã-hãe, do sul da Bahia, estão em conflito com fazendeiros da região, que pedem pela transferência da aldeia ou pagamento individual de indenização. O grileiro que ocupa a área indígena sem título de posse fretou um jatinho de Brasília para trazer alguns deputados, entre eles Mário Juruna, para possíveis negociações. O chefe Pataxó concordou falar com Juruna, mas quando este defendeu os interesses dos fazendeiros, foi expulso aos gritos e afirmou que poucos da aldeia são realmente índios. Os fazendeiros pedem vingança e incitaram a população da cidade através de auto-falantes.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.