VOLTAR

Índio é morto em Chapecó

O Estado de São Paulo
01 de mar de 1980

Um indígena de 18 anos foi assassinado no posto da Funai de Xapecó, com duas facadas, segundo informaram líderes indígenas da reserva de Mangueirinha, que participaram de um ato público ao completar-se um mês da morte do cacique Ângelo Cretã. Os indígenas informaram que o cacique de Xapecó jurou vingança pela morte do jovem.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.