VOLTAR

Índio diz que malária já atacou 2 mil mundurucus

Jornal do Brasil
09 de set de 1991

O índio mundurucu Isaias Crixi denunciou ontem no Encontro de Estudantes e Lideranças Indígenas em Belém que o último médico enviado pela Funai à reserva Mundurucânia esteve entre os índios há mais de um ano. Neste meio tempo mais de 2 mil índios mundurucus foram atacados por malária, e 10 já faleceram por falta de assistência médica.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.