VOLTAR

Indigenista luta e escapa de um atentado no Acre

Correio Braziliense (Brasília - DF)
11 de set de 1991

O indigenista Antônio Macedo, do Conselho Nacional dos Seringueiros, disse, em depoimento prestado à Polícia Federal e Civil, que o pistoleiro, responsável pelo ataque que sofreu, está a mando dos seringalistas da região do Alto Juruá. O indigenista denunciou os seringalistas da região do Vale do Juruá por manter seringueiros em regime de trabalho escravo e forçar indígenas Campa a plantarem epadu para a fabricação de cocaína.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.