VOLTAR

Indígenas vão ganhar curso de nível superior

Última Hora
03 de set de 2007

Povos indígenas do Pantanal vão receber, a partir de 2008, um curso de formação normal superior, que visa a formação, em licenciatura, de alunos que já concluíram o ensino médio. O curso prevê 60 vagas. Estes professores indígenas vão poder dar aula para turmas do ensino médio.

Os alunos das etnias Terena, Kadiwéu, Kinikinau, Guató, Ofaié, Atikum e Kamba vão receber a formação superior nas disciplinas de Ciências Sociais e Educação Intercultural (EI), Linguagem e EI, Matemática e EI e Ciências da Natureza e EI. Atualmente, o governo do Estado, em parceria com a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) oferece o curso Tekoarandú, para os índios Guarani-Kaiowá, na região sul do Estado.

A secretaria de Estado de Educação (SED) está formalizando o projeto do curso superior para os povos indígenas do Pantanal, estabelecendo contatos com universidades públicas e particulares do Estado.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.