VOLTAR

Índia caiapó diz que não quis ofender engenheiro

Jornal de Brasília (Brasília - DF)
25 de Fev de 1989

A índia Tuíra, que bradou seu facão contra o diretor da Eletronorte, explicou que fez aquilo para que os brancos não mais esquecessem os índios e para que pudessem enxergar melhor esses povos. Afirmou que jamais pensou em matar José Antônio Muniz. Foi tudo parte de um ritual.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.