VOLTAR

Incra espera chamado para defender índios

Gazeta de Alagoas (Maceió - AL)
23 de abr de 1981

Representante do Incra afirma que o órgão ainda não recebeu nenhum comunicado oficial sobre o conflito entre os indígenas Wassu e posseiros da região que ameaçam invadir suas terras. Embora não exista representação da Funai em Alagoas, o Incra só pode agir portando em mãos um ofício e em último caso. Os índios, para defender seu território, encontram-se armados e em constante vigília, além de terem derrubado a única ponte que dá acesso à aldeia onde vivem. O cacique da etnia conta que há muito tempo um indígena resolveu, sozinho e sem consentimento do resto da etnia, vender parte das terras a posseiros que desejavam plantar cana de açúcar. Para ele, esse é o motivo do conflito. Agora, os Wassu aguardam alguma providência por parte da Funai ou do Governo do Estado.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.