VOLTAR

ICMBio atualiza Carta de Serviços ao Usuário

ICMBio - http://www.icmbio.gov.br/
Autor: Comunicação
14 de jan de 2020

ICMBio atualiza Carta de Serviços ao Usuário

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) atualizou a Carta de Serviços ao Usuário, conheça conheça aqui. O documento informa a todos os serviços prestados aos cidadãos ou pessoas jurídicas. O objetivo é facilitar e ampliar o acesso do cidadão aos serviços oferecidos, para melhorar o controle social e a qualidade do atendimento.

A publicação do documento está prevista na Lei 13.460/2017, que dispõe sobre a participação, proteção e a defesa dos direitos do usuário dos serviços da administração pública.

Na Carta de Serviços ao Usuário, o cidadão poderá encontrar diversos serviços como: autorização para licenciamento ambiental, autorização de uso público nas unidades de conservação; visitação e turismo ecológico nas unidades de conservação; Contrato de Concessão de Direito Real de Uso (CCDRU); Ouvidoria; Sistema Eletrônico de Informação ao Cidadão - e-SIC; Criação e Gestão de Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN); seleção e contratação de brigadistas de prevenção e combate a incêndios florestais; Programa de Voluntariado; Sistema de Autorização e Informação em Biodiversidade (Sisbio); Portal da Biodiversidade; defesa administrativa contra auto de infração; desapropriação de imóveis rurais (sobrepostos à Unidades de Conservação federais), doação de imóveis rurais (sobrepostos à Unidades de Conservação federais para fins de compensação de Reserva Legal); fornecimento de dados Geoestatísticos e Espaciais, entre outros serviços.

No documento, o ICMBio lista os principais Parques Nacionais, todos com endereço, e-mail e telefone, e, ainda, as 11 Coordenações Regionais do Instituto, localizadas em Rondônia, Amazonas, Pará, Paraíba, Rio Branco, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Goiás e Minas Gerais.

Acesse aqui a carta

http://www.icmbio.gov.br/portal/ultimas-noticias/20-geral/10804-icmbio-…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.