VOLTAR

Grave

A Crítica (Manaus-AM)
16 de mai de 1996

É grave a denúncia dos índios Kulina de que as sedes da UNI no Acre e em Eirunepé tenham sido incendiadas de forma criminosa, como parte de um plano para intimidá-los e fazer com que seja interrompida a demarcação de suas terras. É necessário descobrir os eventuais culpados. Além disso, o deputado Euler Ribeiro (PMDB) defendeu que as autoridades da Polícia Federal, Ibama e Funai têm que mudar a maneira de tratar os trabalhadores da floresta e do rio na região do alto Solimões, "e não mais achar que todos são marginais, contrabandistas traficantes".

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.