VOLTAR

Governo sugere a índios conhecerem canteiro de obras da PCH Juruena

24 Horas News - www.24horasnews.com.br
10 de nov de 2008

O Governo do Estado recebeu, na manhã desta segunda-feira (10.11), índios da etnia Enawenê Nawê, da aldeia Halataikwa, no município de Comodoro (644km a Oeste de Cuiabá), reivindicando a paralisação das obras da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Juruena. O grupo quer que mais estudos sejam realizados, mas com participação dos índios, para se inteirarem melhor a respeito dos impactos ambientais que resultariam do empreendimento.

Os indígenas voltaram à aldeia onde se reunirão com os demais representantes para repassar a posição do governo. O superintendente de Políticas Indígenas do Estado, Rômulo Vandoni, acrescentou que não tem como o Governo parar obras licenciadas, mas que o governador Blairo Maggi sugeriu aos Enawenê Nawê fazerem, junto a ele, uma visita ao canteiro de obras da PCH.

Segundo o superintendente, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) ficou de montar um estudo para tranqüilizar os índios acerca da possibilidade de impactos. "O Governo do Estado está aberto a negociações, para que não haja conflitos em Mato Grosso", garantiu Vandoni. Os representantes da aldeia ficaram de dar uma resposta ao governo na próxima semana.

A audiência dessa segunda-feira seria resultado da reunião que o governador teve na última semana, em Brasília (DF), com o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcio Augusto Freitas de Meira, e representantes da EPE.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.