VOLTAR

Governo do Tocantins realiza III Fórum Social Indígena, em Palmas

O Girassol (TO) - http://www.ogirassol.com.br
05 de Abr de 2010

Com o tema 'Novos olhares, novas perspectivas para os povos indígenas', começará nesta quarta-feira, dia 07, o maior evento indígena do Tocantins, com a participação de lideranças e representantes de todas as etnias presentes no Estado. A abertura está marcada para às 19h30, no auditório do Anfiteatro da UFT. Entrada franca.

Este ano, os Krahôs serão homenageados, pelos seus belos cantos e pela figura do sábio Pedro Penõ, in memoriam, pelo seu exemplo de vida para todos os brasileiros. A palestra de abertura versará sobre o tema 'biodiversidade e conhecimentos tradicionais: povos indígenas e mudanças climáticas', com Lúcia Fernanda Joféi Kaingang, primeira indígena mestre em direito no Brasil.

Fernanda Kaingang, nasceu no Rio Grande do Sul, é mestre em Direito Público pela UnB - Universidade de Brasília - graduada em Direito pela Unijuí - Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Sul. É uma das fundadoras do Instituto Indígena Brasileiro para Propriedade Intelectual, que trabalha com a execução de cursos de legislação brasileira em aldeias.

Durante dois dias, 8 e 9, indígenas, estudantes, educadores e representantes de entidades ligadas ao trabalho em prol do índio, discutirão temas como inovações e práticas para conservação ambiental, desafios dos direitos indígenas na sociedade atual, empreendimentos em terras indígenas, educação indígena, ensino superior, povos indígenas e seus saberes culturais.

Na sexta-feira, serão formados os grupos de trabalhos onde serão elaboradas propostas de políticas públicas para os setores: terra e sustentabilidade, saúde, agricultura, cultura, infra-estrutura e educação.

Povos no Tocantins

No Estado, existem sete povos indígenas que são: Apinayé, Krahô (povos Timbira), Javaé, Karajá e Karajá-Xambioá (povos Iny), Xerente (povo Akwê) e Krahô-Canela. A população indígena no Tocantins está estimada em 11.589 habitantes.

Em Palmas, há um grupo de estudantes universitários representantes dos diversos povos, que cursam faculdades e se preparam para melhor ajudar suas comunidades. Os indígenas lutam pelo respeito, pela participação nas tomadas de decisões a seu respeito, por melhorias no setor da saúde, educação, infra-estrutura e geração de renda. (Informações da Ascom/Seciju)

http://www.ogirassol.com.br/pagina.php?editoria=%C3%9Altimas%20Not%C3%A…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.