VOLTAR

Governo Bolsonaro gasta 36% das verbas para combater e fiscalizar queimadas

UOL - https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao
25 de set de 2020

Governo Bolsonaro gasta 36% das verbas para combater e fiscalizar queimadas

Guilherme Mazieiro e Felipe Amorim Do UOL, em Brasília

Neste ano em que o país enfrenta recordes de queimadas no Pantanal e na Amazônia, o Ministério do Meio Ambiente gastou 35,6% dos valores que foram autorizados para prevenção, combate e fiscalização de queimadas. Dados levantados pelo UOL mostram que, de janeiro até o dia 22 de setembro, dos R$ 173,8 milhões liberados, foram utilizados R$ 61,8 milhões. Ou seja, a três meses para o fim do ano, o governo gastou pouco mais de um terço do que poderia ter usado contra o fogo.
O levantamento foi feito com base nos dados do Siop (Sistema Integrado de Planejamento e Orçamento) na última terça-feira (22). A reportagem analisou os valores autorizados (o que é permitido gastar) e liquidados (quando o serviço é prestado) sobre ações no Orçamento específicas para: prevenção e controle de incêndios florestais nas áreas federais prioritárias, controle e fiscalização ambiental e fiscalização ambiental e prevenção e combate a incêndios florestais. Dentro do montante R$ 173,8 milhões, há R$ 50 milhões que foram recuperados operação Lava Jato e destinados à proteção do meio ambiente. Sobre esses valores, especificamente, foram gastos R$ 15,4 milhões.
Todo o dinheiro é utilizado pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade). No levantamento foram observados os valores destinados para fiscalização ambiental, que envolve desde garimpo ao tráfico de animais, e inclui queimadas ilegais - indicadores que foram utilizados pelo ISA (Instituto Socioambiental) para montar uma apresentação sobre a política climática e ambiental feita ao STF (Supremo Tribunal Federal) nesta semana. "O orçamento reflete opções políticas e o quanto você está trabalhando. Não adianta o governo falar que está fazendo um monte de coisa, que fiscaliza como nunca, quando você olha e vê uma execução [orçamentária] baixa", disse Suely Araújo, ex-presidente do Ibama no governo Michel Temer (2016-2018) e especialista sênior em políticas públicas do Observatório do Clima.

https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ultimas-noticias/redacao/2020…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.