VOLTAR

Futuro presidente da Funai reúne irmãos Villas Boas e promete manter a política

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
12 de mar de 1974

Já escolhido para presidir a Funai no próximo governo, o general Ismarth de Araújo reuniu-se com os irmãos Villas Boas e anunciou que haverá continuidade na política indigenista do órgão, cuja tônica será a aplicação do Estatuto do Índio, que prevê a emancipação dos indígenas. Ismarth garantiu que as declarações do ministro Rangel Reis foram mal interpretadas e que as terras indígenas não serão extintas indiscriminadamente.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.