VOLTAR

Funcionários demitidos protestam contra Funai

Última Hora (Rio de Janeiro - RJ)
11 de set de 1985

Os antropólogos e sertanistas demitidos da Funai, além de um médico e de um padre, todos acusados pela entidade de terem incentivado os índios a se rebelarem contra o presidente Álvaro Villas-Boas e de tentar convencer os nativos a tomar a Funai de assalto, se reuniram com a imprensa a fim de esclarecer as acusações feitas em nota, supostamente produzida pela Funai.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.