VOLTAR

Funai reage contra o decreto que libera reservas indígenas

A Província do Pará
11 de jan de 1985

O delegado regional da Funai, Salomão Santos, diz ser desastroso o decreto-lei assinado anteontem pelo presidente Figueredo, liberando as terras indígenas para exploração de jazidas minerais. Por orientação do atual presidente do orgão, o delegado regional passou mensagens radiofônicas aos povos indígenas do Pará e do Amapá avisando que a Funai não teve nenhuma parte nisso. A Rio Doce Mineração e Geologia (Docegeo) afirmou não ter interesse em atuar em terras indígenas. A Associação dos Geólogos da Amazônia (Apgam) vai também reafirmar sua posição contrária a pesquisas geológicas em terras indígenas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.