VOLTAR

Funai e missões se defrontam por índio

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
01 de mai de 1975

A matéria apresenta o ponto de vista do general Ismarth Araújo, presidente da Funai, sobre o trabalho de assistência aos povos indígenas de algumas missões religiosas e sobre as contradições e dificuldades enfrentadas pelos índios no Brasil. Além disso, a matéria traz críticas do padre Egidio Schwade, secretário executivo do Cimi, ao trabalho realizado pela Funai e às mudanças instituídas no Estatuto do Índio, que passou a proibir o trabalho assistencial das missões nas aldeias.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.