VOLTAR

Funai defende Mário Juruna e critica ação de deputados

Gazeta de Vitória (Vitória - ES)
03 de set de 1984

O chefe de gabinete da Funai, Marcos Terena, comentou o conflito entre os Pataxó Hã-hã-hãe e fazendeiros no Sul da Bahia, defendendo Mário Juruna, que no episódio ficou ao lado dos fazendeiros e contra os indígenas, argumentando que ele está sendo envolvido pelos interesses dos brancos. Álvaro Terena, presidente da União das Nações Indígenas, também defendeu Juruna, alegando que está sendo vítima do jogo da sucessão política e de malufistas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.