VOLTAR

Funai acusada de ato contra índios

Folha de São Paulo
14 de fev de 1980

Segundo a Comissão Pró-Índio, de São Paulo, o presidente da Funai, coronel Nobre da Veiga, decidindo não reconhecer como de ocupação indígena a área habitada por uma comunidade Guarani Kaiowá em Paranhos (MS), está endossando, indiretamente, "as violentas tentativas de expulsão" da comunidade de suas terras.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.