VOLTAR

Funai abre sindicância contra chefe de posto

Diário do Grande ABC (SP)
30 de jun de 1987

A administração regional da Funai, em Rondônia, começou, ontem, a formar a comissão que vai realizar uma sindicância para apurar as denúncias de que o chefe do posto da Fundação na aldeia Karipuna em Guajará-Mirim, Natalício Maia da Silva, engravidou uma índia de apenas 12 anos. A denúncia oficial à Funai foi feita ontem por um dos chefes da aldeia, José Kaipu, acrescentando que Natalício Maia ameaçou matar quem abrisse a boca para revelar seu mal feito.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.