VOLTAR

Formação de professores indígenas do Parque Indígena do Xingu (PIX)

Crer para Ver n. 117, out., 1999, p. 22-25
31 de out de 2017

Formação de professores indígenas do Parque Indígena do Xingu (PIX)

Instituto Socioambiental, fundado em 1994, incorpora o patrimônio do Programa Povos Indígenas no Brasil, do Centro Ecumênico de Documentação e Informação (CEDI) e do Núcleo de Direitos Indígenas (NDI) de Brasília. Tem como objetivo defender bens e direitos sociais relativos ao meio ambiente, ao patrimônio cultural, aos direitos humanos e dos povos. Cada uma de suas unidades tem equipes profissionalizadas permanentes, além de vários tipos de colaboradores, convênios e contratos de cooperação técnica com outras instituições.
Por outro lado, o Parque Indígena do Xingu PIX é um continente indígena, onde os povos das regiões do Alto e Médio Xingu, os Kaiabi, Suiá e Yudjá, têm uma proposta clara de resgate cultural, tendo elaborado pela Associação Terra Indígena Xingu (ATIX) o Projeto Kumana: são casas de cultura, onde os velhos ensinam os mais jovens a fazer artesanato, contam histórias e falam sobre os conhecimentos tradicionais indígenas. Da mesma maneira, há a expectativa que a
escola contribua para a revitalização lingüística e cultural, trabalhando articulada com as casas de cultura. Os povos desta região vêm há alguns anos se preocupando em formar profissionais indígenas nas áreas de saúde, educação, mecânica, vídeo e, atualmente, quadros para a ATIX.
Os professores dessa região foram os pioneiros no PIX. tendo sido por iniciativa e reivindicação desses professores que o projeto Formação de Professores nasceu, estabelecendo-se assim a parceria com o Instituto Socioambiental.

Crer para Ver n. 117, out., 1999, p. 22-25

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.