VOLTAR

Força tarefa espera pela chegada do helicóptero

Gazeta de Cuiabá-Cuiabá-MT
05 de set de 2003

A Força Tarefa formada para libertar reféns dos índios Kayabis, do extremo norte de Mato Grosso, só deve chegar na aldeia hoje. A equipe espera por um helicóptero da Funai, em Alta Floresta, para ter acesso à região. Sete funcionários da fazenda Santa Rosa, no município de Apiacás, são reféns desde sábado. Entre eles há uma mulher e um homem que sofre de pressão alta.

Os índios reivindicam a liberdade de transitar em toda a reserva, que teria extensão de um milhão de hectares, localizada nos Estados do Pará e Mato Grosso. Eles teriam sido proibidos de pescar às margens do rio Teles Pires, na fazenda Santa Rosa, propriedade de empresários brasileiros e canadenses. A fazenda de 75 mil hectares pertence ao grupo Brascan, com sede no Rio de Janeiro, onde também possui quatro shoppings e atua no ramo de hotelaria, no setor imobiliário e no ramo agropecuário. Os Kayabis também pediram a demarcação urgente da terra declarada como indígena pelo Ministério da Justiça, em 2002. Eles solicitaram a presença do presidente interino da Funai, Antônio Pereira Neto, para resolver o conflito, mas terão apenas representantes. (MO)

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.