VOLTAR

Flona de Nísia Floresta participa da "Câmara itinerante"

ICMBio - www.icmbio.gov.br
Autor: Priscila Galvão
12 de ago de 2009

A Floresta Nacional (Flona) de Nísia Floresta, no Rio Grande do Norte, participou, na segunda-feira (10), no entorno da UC, de mais uma atividade em conjunto com entidades parceiras do meio ambiente, como a Prefeitura Municipal de Nísia Floresta, Câmara dos Vereadores e Poder Judiciário Estadual.

O evento intitulado de "Câmara Itinerante" foi, na verdade, uma audiência pública e sessão extraordinária da Câmara em um local de difícil acesso no município, onde a população é carente de assistência e de recursos.

Durante o evento, foram prestadas assistências jurídica e médica e serviços como emissão de documentos e atividades de educação ambiental. Essas últimas envolveram a realização de uma gincana com a participação de cerca de 700 alunos de escolas da região; execução de jogo ambiental desenvolvido pelas analistas Marília Nobre e Patrícia Macedo e pelo Técnico Ambiental, Evalto Pereira.

Além do plantio e distribuição de mudas em escola e residências da área, sob a coordenação do analista Cláudio Pinto. As atividades da gincana contemplaram provas de caráter social, cultural e ambiental, como a coleta de garrafas PET para reciclagem; recolhimento e destruição de estilingues e gaiolas; e prova de perguntas e respostas com temáticas diversas.

O jogo ambiental serve para interagir as crianças e despertarem para a importância do meio ambiente de forma divertida. Um tabuleiro foi desenhado para que as próprias crianças sirvam como pinos, elas devem percorrer uma jornada com situações relacionadas ao meio ambiente e podem fazê-los avançar ou recuar nas casas do tabuleiro. Devido à carência das comunidades do município, a Flona de Nísia Floresta, participa e apóia eventos como esse.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.