VOLTAR

Exposição de fotos em São Paulo mostra a realidade do povo Uru-Eu-Wau-Wau

Amazônia Real amazoniareal.com.br
27 de nov de 2017

O fotógrafo Gabriel Uchida inaugura, às 19 horas do próximo dia 30 de Novembro, a exposição "Travelling through the territory" na galeria Sancovsk, em São Paulo. A mostra é composta por imagens do cotidiano do povo indígena Uru-Eu-Wau-Wau, cujo território está sob forte pressão de invasores madeireiros e grileiros no estado de Rondônia.

As fotografias de Gabriel Uchida serão comercializadas e parte do valor será doada à Associação Jupaú do Povo Uru-Eu-Wau-Wau. A exposição ficará em cartaz até o dia 22 de dezembro de 2017.

Paulista, Gabriel Uchida conta que já registrou histórias em vários cantos do mundo e suas imagens foram publicadas em mais de 30 países. Mas depois de morar em diversos lugares como Estados Unidos, Argentina e Alemanha, no início de 2016 ele decidiu trabalhar com indígenas na Amazônia brasileira.

Uchida afirma que tem experiência em coberturas de atentado terrorista no Kurdistão, manifestação nazista na Alemanha e venda de drogas no mercado negro em Cuba. Mas na Amazônia o fotógrafo enfrentou dificuldades.

"É extremamente difícil, cansativo e às vezes perigoso, mas tive a sorte de encontrar figuras como o chefe Almir Suruí, visionário e incansável defensor da natureza, e o pajé Nani Yawanawá, que me conectou com a floresta de
maneira que transcende qualquer explicação", afirma o fotógrafo.

Ele explica que o resultado dessa vivência nas aldeias é a exposição "Travelling through the territory". O trabalho surgiu a partir do momento em que Uchida foi investigar a relação dos Uru-Eu-Wau-Wau com a fotografia.

"Todas as vezes que os encontrava na cidade, ficavam fascinados revendo os mesmos álbuns de imagens antigas deles mesmos, era um ritual que sempre se repetia", explica Uchida.

"Praticando uma espécie de meta-fotografia, Uchida investiga a cadeia de espelhamentos de olhares entre os Uru-eu-wau-wau e nós, não indígenas. As imagens não explicam ou descrevem, mas iluminam - como se por um instante ganhassem qualidades de fragmento arqueológico - a história do contato entre nós e eles", diz o curador Gabriel Bogossian.

Gabriel Uchida é colaborador da agência Amazônia Real. Conheça o trabalho dele com os índios Juma: amazoniareal.com.br/em-festa-da-menina-moca-borep-mantem-viva-tradicao-dos-juma/

http://amazoniareal.com.br/exposicao-de-fotos-em-sao-paulo-mostra-reali…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.