VOLTAR

Estatuto vai definir os crimes contra o índio

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
01 de jul de 1972

Representantes do Cimi e da Funai se reúnem com o deputado Célio Borja, relator do projeto do Estatuto do Índio, para discutir os diferentes pontos de vista sobre a legislação indigenista. Ficou claro que os projetos do governo e do Cimi não divergem muito, principalmente em relação à questão das terras indígenas. Segundo o deputado, alguns pontos considerados inviáveis, propostos pelo Cimi, foram descartados; porém, parte da terminologia e dos conceitos antropologicamente mais corretos utilizados pelos missionários foram aproveitados.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.