VOLTAR

Entre rios - Entre nós: Bordados dos irmãos Dumont contam vida de populações ribeirinhas

Divirta-se mais http://df.divirtasemais.com.br/
Autor: Nahima Maciel
23 de fev de 2018

Foram quatro anos de preparação para chegar às 19 telas e 18 painéis da exposição Entre rios - Entre nós, que o grupo Matizes Dumont apresenta no Museu Nacional da República. Há mais de 20 anos, os irmãos Dumont trabalham com populações ribeirinhas em oficinas nas quais se discute a importância da água para a vida nas comunidades. Um dos resultados desses encontros são os bordados nos quais os participantes desenham as experiências, esperanças e impressões relacionadas ao cotidiano à beira do rio.

Na exposição, além das telas bordadas pelos Dumont, estão 18 painéis realizados pelos ribeirinhos ao longo de oficinas ministradas nos últimos quatro anos. "Nos debruçamos sobre o tema da água e discutimos a questão com as comunidades, mulheres e homens que participaram do projeto", explica Sávia Dumont. "Queremos mostrar o que os ribeirinhos pensam e isso está nos painéis. São trabalhos com registros do território deles."

No total, mais de 6 mil pessoas participaram do projeto, habitantes de comunidades localizadas à beira dos rios Doce, São Francisco, Cuiabá e outros. O resultado é um verdadeiro mosaico das questões que preocupam essas populações e de suas vivências. As peças chegam a ter 6x2m e a mostra constitui a primeira ação do Matizes Dumont para a programação do Fórum Mundial das Águas, a ser realizado entre 18 e 23 de março. Além da exposição, o grupo participa do encontro com uma palestra sobre o empoderamento dos ribeirinhos.

SERVIÇO
Entre rios - Entre nós
Exposição de telas e painéis bordados pelo grupo Matizes Dumont. Museu
Nacional da República (Galeria do Térreo). Visitação até 1o de abril, diariamente, das 9h às 17h30.

http://df.divirtasemais.com.br/app/noticia/programe-se/2018/02/22/notic…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.