VOLTAR

Entenda como são treinados os brigadistas do ICMBio para prevenir e combater queimadas

Governo do Brasil - https://www.gov.br/pt-br
21 de Mar de 2021

Todos os estados e o Distrito Federal possuem alguma unidade que recebeu o treinamento

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) já capacitou mais de 15 mil brigadistas para evitar e enfrentar incêndios em Unidades de Conservação (UCs) no período da seca. No início deste ano, brigadistas do Parque Nacional e da Floresta Nacional de Brasília, no Distrito Federal, passaram pelo treinamento de preparação para agir na época da seca.

O curso, semipresencial, faz parte da iniciativa do ICMBio de formar brigadas nas Unidades de Conservação que possam evitar e combater incêndios em áreas protegidas. Todas as unidades da federação, além do Distrito Federal, possuem alguma unidade que recebeu o treinamento, o qual também é destinado a chefes de esquadrão.

As UCs federais abrem processo seletivo para brigadistas periodicamente, e, anualmente, também ocorrem capacitações de voluntários. Por conta da Covid-19, o processo seletivo para contratação deixou de ser por meio de teste e agora é feito por análise curricular.

Formação semipresencial
Também por conta da Covid-19, o curso de brigadista em Brasília ocorreu de forma semipresencial. Ainda não é possível prever se esse modelo será adotado em todas as formações de 2021.

No modo semipresencial, a abordagem teórica do curso ocorre de forma virtual, a fim de que haja o menor contato possível entre os participantes. As atividades presenciais ficam, então, restritas a trabalhos práticos que não podem ser executados a distância, como o manejo do fogo.

Durante a formação, os brigadistas aprendem noções de ecologia, manejo do fogo, sistemas de vigilância e detecção, comportamento do fogo em incêndios florestais, cartografia, tecnologia e inovação, meteorologia, tipos de incêndio, recuperação de área degradada pelo fogo e legislação aplicada ao tema fogo.

https://www.gov.br/pt-br/noticias/meio-ambiente-e-clima/2021/03/entenda…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.