VOLTAR

Emissário da Funai pode acelerar reconhecimento

O Povo (Fortaleza - CE)
06 de ago de 1988

Sérgio Leitão, advogado da Pastoral Indigenista de Fortaleza, acredita que a vinda de Moacyr Lira, representante da Funai, ao município de Caucaia para averiguar os processos policiais envolvendo indígenas Tapeba, encerra uma contradição com a decisão do Grupo de Trabalho Interministerial de que os mesmos não seriam índios. Também sustenta que a vinda de Lira pode significar uma possibilidade de reabertura do processo demarcatório da Terra Indígena Tapeba.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.