VOLTAR

Em Rondônia, a ocupação afeta índio e ecologia

O Estado de São Paulo
22 de mai de 1973

A ocupação indiscriminada de terras no território de Rondônia, com ameaças aos índios e à ecologia local, está preocupando os técnicos do Ministério do Interior. Cerca de 300 famílias entram mensalmente, sem controle, na região e vários choques entre colonos e índios já foram registrados. Já em Roraima, o sertanista Gilberto Pinto transmitiu o aviso de que os índios Makuxi "não estão aceitando diálogo", após recente conflito com posseiros. A notícia também traz informações de que o general Oscar Jeronimo Bandeira de Mello, presidente da Funai, embarcou para Genebra, onde estudará um convênio para assistência dos índios da Amazônia com representantes da Cruz Vermelha Internacional.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.