VOLTAR

Em janeiro, a Funai tentará contatar índios antropófagos

O Globo (Rio de Janeiro - RJ)
31 de dez de 1973

A expedição que tentará atrair os indígenas "Nereyó", tidos pela Funai como antropófagos, iniciará suas atividades, sob a chefia do sertanista Fiorelo Parisi, entre os dias 20 e 30 de janeiro. No início da missão, o sertanista entrará em contato com o povo Tiriyó, que afirmam ter abandonado a região do rio Trombetas com medo dos "antropófagos". A Funai também alertou os trabalhadores encarregados da obra da Perimetral Norte. O objetivo da missão é manter contato com os "Nereyó" antes que se inicie a construção da estrada nas proximidades do território desse povo. A matéria também apresenta um panorama das atividades mais importantes realizadas pela Funai ao longo do ano de 1973. Entre elas, encontram-se demarcação de terras, conflitos fundiários, questões de saúde, frentes de contato, entre outras.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.