VOLTAR

Diversidade cultural é marca da UJS

Portal Vermelho - http://www.vermelho.org.br/
16 de jun de 2010

"Em que esse congresso interfere de forma positiva na vida da juventude indígena pankararu?", pergunta o jovem índio Lafaete J. da Silva, da aldeia Brejo dos Padres, localizada entre os municípios de Jatobá, Petrolândia e Tacaratu, no Sertão de Pernambuco, em meio a saudável balbúrdia juvenil do 13o Congresso Estadual da UJS em Pernambuco. Filiado há dois anos, Lafaete representa a proposta de ação plural da entidade.

"Primeiro, nós fazemos parte dessa juventude, mesmo sendo indígenas. É uma juventude que acredita no socialismo, que acredita em dias melhores, que vai à luta e defende seus interesses, conquista seus objetivos", ressalta o jovem pankararu, apontando como exemplo a gratuidade da UPE. "É uma conquista da juventude, uma conquista de quem sempre batalhou para que os estudantes pudessem ter acesso diferente à universidade", afirmou.

Lafaete citou ainda as várias lutas em que se empenhou junto com seu povo, como na área de cultura e de meio ambiente. "Temos travado diversas frentes para tentar garantir uma política voltada realmente a cada organização e hoje a juventude indígena faz parte de todas essas conquistas", comemorou.

http://www.vermelho.org.br/ap/noticia.php?id_noticia=131543&id_secao=8

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.