VOLTAR

Deus do mêdo e da morte, Deus da Funai

Jornal da Tarde (SP)
03 de jul de 1970

De acordo com um relatório enviado à Funai produzido pelo antropólogo David Price, um missionário da South American Indian Mission, conhecido como Parente, estava sendo prejudicial aos índios. Parente era acusado de dominar os índios pelo medo, proibido-os de dançar, cantar, fazer festa de iniciação, usar pulseiras ou colares, entre outras. O funcionário Alfonso de França também foi acusado de submetê-los a maus tratos e trabalho forçado

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.