VOLTAR

"Destruí a ponte para evitar novas mortes"

A Província do Pará
12 de set de 1980

O delegado regional da Funai, Paulo César Abreu, mesmo desobedecendo determinação do judiciário, derrubou a ponte existente na reserva indígena do Alto Rio Guamá, onde vivem os índios Tembé, entendendo ser essa a única forma de evitar um conflito que lhe parecia iminente. O delegado está ciente de que poderá, por seu ato, sofrer punição, mas não via outra possibilidade. O conflito envolvendo um fazendeiro, posseiros e os índios, que são os legítimos donos da terra por se tratar de reserva demarcada, vem se agravando nos últimos tempos. Ainda segundo o delegado, agora os índios Tembé estão mais confiantes em relação à Funai, que lhes parecia haver abandonado a luta que vêm travando contra os invasores. O único conflito previsto agora é uma ação judicial movida pelo fazendeiro, Mejer Kabacznike, contra a Funai.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.