VOLTAR

Demarcação ainda não é aceita por guaranis

A Gazeta (Vitória - ES)
15 de mai de 1981

Segundo Fábio Vilas, do Cimi, a equipe da Funai que está realizando a demarcação da terra indígena de Caieiras Velha pode enfrentar hoje um conflito com os indígenas Guarani, pois não estão aceitando a demarcação oficial do órgão, que exclui boa parte das terras às quais teriam direito. Desde o inicio, segundo Vilas, a Funai ouviu apenas a etnia Tupiniquim, que concordou com a redução da extensão de suas terras, e os interesses de empresas como a Aracruz Celulose. O bispo-auxiliar de Vitória, dom Luiz Fernandes, afirmou que essa demarcação é injusta e criticou a atitude da Funai.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.