VOLTAR

Delegado nega prisão do missionário Fenício

Jornal do Comércio
23 de jan de 1982

O delegado regional da Funai, Marco Antônio Levay, desmentiu as denúncias do integrante do Cimi, Fenício Fritsch, segundo as quais o delegado prendeu o religioso juntamente com dois indígenas, quando foram comunicar o conflito armado entre os Kapinawá e os grileiros. Levay mediou um acordo verbal entre as partes, mas diz que só poderá tomar outras atitudes quando for confirmada a indigenidade dos Kapinawá.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.