VOLTAR

CSN denunciada por poluir rio

CB, Brasil, p. 13
30 de ago de 2006

CSN denunciada por poluir rio

O empresário Benjamin Steinbruch e a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), da qual ele é presidente, foram denunciados criminalmente à Justiça Federal pelo Ministério Público (MP) por crimes ambientais. Relatórios da Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (Feema) acusam a empresa de lançar grandes quantidades de benzo-a-pireno no Rio Paraíba do Sul entre 1990 e 2000 e de benzeno no ar de Volta Redonda. Absorvido pelo sangue, o benzeno pode causar leucemia. Acusado por quatro crimes previstos na Lei de Crimes Ambientais e na Lei de Política Ambiental, Steinbruch pode ser condenado ao pagamento de multas e a até 15 anos de prisão, informou o MP. Recentemente, a 3.ª Vara Federal de Volta Redonda condenou a CSN a ressarcir prejuízos causados ao ecossistema da região de Volta Redonda, mas a empresa recorreu da decisão.

CB, 30/08/2006, Brasil, p. 13

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.