VOLTAR

A cruz do Descobrimento, um ano depois dos 500

O Globo (Rio de Janeiro - RJ)
15 de abr de 2001

Após um ano do confronto que marcou as comemorações pelos 500 anos do Brasil, o país corre o risco de ser novamente denunciado pelo conflito envolvendo Polícia Militar e índios, negros e brancos, durante a marcha "Outros 500". Em Londres, a Anistia Internacional começou uma campanha de protesto contra o resultado do inquérito da Polícia Federal, que não apontou responsáveis pelo ocorrido.

A área histórica do Parque Nacional Monte Pascoal está sendo disputada por índios e pelo Ibama. A Funai tenta fazer a mediação da situação. De um lado os índios reivindicam a área como terra indígena e, do outro, o Ibama solicita a configuração do lugar enquanto patrimônio ecológico.

O índio pataxó, Jerry Adriani, que realizou um protesto durante a missa que celebrava os 500 anos do Brasil, tornou-se professor na Escola Indígena de Coroa Vermelha, onde dedica-se a formar seus alunos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.