VOLTAR

Cólera mata quatro índios no Amazonas

O Estado de São Paulo
15 de nov de 1993

Quatro índios Kulina morreram de cólera nos últimos quatro dias em Eirueté no Amazonas, e mais de 80 pessoas contraíram a moléstia no município desde o início de outubro A denúncia é do teólogo metodista Marcos Wesley de Oliveira, que está realizando trabalho de educação sanitária entre os mil índios Kulina, espalhados por 13 aldeias, e os 600 índios Kanamari, que vivem em 7 aldeias nas margens do Rio Juruá e seus afluentes.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.